De uns tempos para cá as empresas vêm incorporando cada vez mais o vídeo em suas estratégias de comunicação e marketing. Se juntarmos a isso o fato de que os celulares evoluíram muito no que diz respeito a qualidade das imagens que produzem é fácil entender porque muitas empresas estão fazendo vídeos com smartphones. 

Mas como fazer vídeos de qualidade com celulares, vale a pena fazer vídeos com esses aparelhos, em que situações usar essa tecnologia para promover a marca, são algumas das dúvidas recorrentes e esse artigo pretende esclarecê-las. 

Quando usar o celular para fazer vídeos? 

Antes de mais nada saiba que os clientes farão uma associação direta entre a qualidade dos vídeos que serão postados com a qualidade do produto ou serviço que se pretende vender. Portanto cuidado! Leve em conta que, se optar por fazer vídeos com o celular você precisará focar bastante em produzir um material de qualidade. 

Mas afinal, quando usar o celular para fazer vídeos? 

Para algumas situações ou formatos de vídeo o celular pode atender bem. Em vídeos curtos e mais espontâneos, como por exemplo depoimentos de colaboradores e clientes, esclarecimentos de dúvidas frequentes, registro do dia a dia da empresa, tutoriais curtos de como usar um produto, são formatos que podem ser produzidos com celular sem necessariamente precisar ter um conhecimento aprofundado em vídeos. 

Mas se o seu objetivo é fazer vídeos institucionais, de promoção de marca, de venda, de demonstração de produto, tutorias mais complexos (mais longos ou mostrando muitos detalhes), pense duas vezes antes de usar o celular nessas situações. O ideal aqui é passar uma imagem de profissionalismo e de extrema qualidade, então considere contratar uma produtora de vídeos ou profissionais qualificados para o trabalho. 

Qualidade de imagem 

Se você decidiu fazer vídeos com celulares considere a qualidade de imagem que o aparelho que você possui pode gerar. 

Nem sempre a melhor imagem é de uma câmera com mais megapixels, outros elementos podem interferir na qualidade como o tamanho e tecnologia do sensor, processador, elementos óticos (alguns celulares possuem lentes especiais para melhorar a imagem), dentre outras coisas. 

Mas para simplificar, opte por usar celulares de grandes marcas como Samsung, Motorola e Apple com menos de 2 anos de lançamento da tecnologia. 

Outro elemento a se considerar para gerar imagens de qualidade é a luz do ambiente. Aliás, a qualidade da luz do ambiente é mais importante para produzir uma imagem boa do que o modelo de celular que será usado. 

Opte por fazer vídeos em lugares com bastante luz, em ambientes com janelas grandes, e durante o dia. Evite também filmar com a luz do sol direto na cena, procure ambientes onde a luz entra de forma natural, abundante e indireta. 

Uma última coisa a se considerar é o cenário. Observe com atenção todos os elementos que aparecem no seu enquadramento, retire o que for indesejável ou mude de enquadramento para que a imagem não fique poluída. 

 Acessórios 

Existe uma infinidade de acessórios para celular, alguns são bem úteis e outros nem tanto. Fizemos uma lista de alguns deles que julgamos serem os mais importantes: 

• Luz:
Se for filmar em ambientes internos, pobres de luz natural, como é o caso da maioria das empresas, considere comprar um ou dois painéis de led. Eles são portáteis, alguns deles funcionam com bateria, e geram uma intensidade de luz interessante para iluminar a sua cena. Dê preferências para painéis com no mínimo 600 leds, abaixo disso a luz que eles geram é muito fraca e não vai fazer muita diferença no final. 

• Microfone:
Se for gravar depoimentos ou pessoas explicando algo para a câmera você definitivamente precisará comprar um microfone. Uma das coisas mais irritantes é ver um vídeo com um áudio ruim. 

Existem várias opções baratas na internet de microfone lapela para celulares, vale a pena pesquisar. Lembre-se, um microfone de baixa qualidade é melhor do que microfone nenhum. 

 • Tripé:
Outra coisa muito irritante é ter que assistir a um vídeo tremido. Existem várias opções na internet de tripés baratos que já vem com gancho para segurar o celular, vale muito o investimento.  

Foco no conteúdo 

Uma parte da qualidade do vídeo é a imagem e o som, outra parte, talvez até mais importante, é o conteúdo, portanto de uma atenção especial aqui. 

Evite gravar tudo de improviso e faça um roteiro para cada produção. Na internet você pode encontrar vários modelos de roteiros que vão te ajudar a formatar um roteiro bem organizado. Escreva todas as falas do vídeo, texto a ser narrado, as cenas que deseja mostrar, artes que vão entrar sobre o vídeo, enfim, detalhe o máximo que puder como vai ficar o vídeo depois de gravado e editado.  

Edição de vídeo 

Existem várias opções de aplicativos para fazer a edição no próprio celular mas eles possuem algumas limitações e é mais recomendado usá-los apenas quando o vídeo for mais simples ou curto. 

Se for fazer um vídeo onde vai ser preciso fazer muitos cortes, colocar trilha sonora e áudio ou inserir muitas telas de arte dê preferência para softwares de edição no computador como o Premiere e Final Cut. 

 Afinal, vale a pena fazer vídeos com celulares? 

A nossa opinião é que sim! Utilizado de forma correta e em situações favoráveis os celulares podem produzir vídeos muito bons, desde que você esteja disposto a aprender bastante sobre como produzir imagens, captar áudio, produzir conteúdo e fazer uma edição de qualidade. 

O que não vale a pena é fazer vídeos de qualquer jeito quando o assunto é a divulgação de uma marca. Isso pode ser um tiro no pé, lembre-se que os clientes farão uma associação direta da qualidade dos vídeos com a qualidade dos serviços e produtos da empresa.