Que produzir vídeos é importante para promover marcas e produtos muita gente concorda, mas como fazer e ser eficiente na comunicação, atingindo seu publico alvo, ainda gera muitas dúvidas. Esse artigo pretende esclarecer algumas dessas dúvidas através de 8 passos simples.


De um tempo pra cá o vídeo se tornou uma ferramenta fundamental na estratégia de comunicação e marketing de qualquer empresa. Cada vez mais as pessoas preferem acessar conteúdos em vídeo do que em outros formatos na internet e as empresas estão cada vez mais entendendo a importância disso na comunicação que fazem com seus clientes.

Man Holding Clapper Board

Então vamos a eles? 

1 – Defina os objetivos principais 

Procure responder o porquê de produzir o vídeo. Faça perguntas como: Quero promover a confiança dos meus clientes na minha marca? Quero conquistar mais investidores? Quero vender mais os meus produtos? Quero conquistar mais seguidores? 

Estabeleça alguns poucos objetivos e eleja um que seja o principal para cada vídeo ou série que for fazer. 

O importante aqui não é escrever tudo o que você ou sua empresa queira atingir dentro da estratégia de comunicação, vá com calma, estabeleça um objetivo principal por vídeo ou série mantendo o foco. Lembre-se que quanto mais sucinto for mais chances você terá de ser claro na sua mensagem e passar para o seu público aquilo que realmente importa. 

Pode parecer algo sem importância, mas definir o objetivo do seu vídeo, assim como quem é o público alvo, estabelece todas as diretrizes para os próximos passos listados abaixo até a finalização do projeto. Além do que, se você define muito bem o que quer atingir com cada vídeo fica muito mais claro para que sua equipe e ou produtora parceira trabalhe em sintonia gerando uma eficiência maior no que se pretende comunicar e atingir. 

2 – Estabeleça um público alvo 

Defina qual é o perfil dessa pessoa com quem você pretende conversar, quais os anseios dela, as dores, o que pensa, faixa etária, gênero, etc. Quanto mais específico melhor. 

Se precisar de uma ajuda para definir isso utilize o mapa de empatia uma ferramenta que ajuda a criar uma persona, ou perfil de cliente. 

Mapa da Empatia O que é

Conhecendo a fundo o seu público alvo, e compartilhando essa informação com a equipe que vai desenvolver o projeto, fica muito mais fácil definir o conteúdo, formato e o tom do vídeo para que ele seja mais eficaz na mensagem e promoção de sua marca. 

Lembre-se que da mesma forma que um dos primeiros passos de um plano de marketing é definir o público alvo o mesmo acontece no vídeo. 

3 – Liste os principais argumentos 

Estabeleça uma lista de argumentos que são essenciais para a promoção da sua marca ou produto. A base de um bom roteiro e a força da mensagem que deseja passar reside exatamente nessa etapa de produção do vídeo. 

O importante aqui é elencar, de forma sucinta, os pontos fortes, benefícios e até afirmações para possíveis objeções que seus clientes possam ter de sua marca e ou produtos. 

4 – Eleja os meios de divulgação 

Ao contrário do que muitos acham, definir os meios de divulgação de um vídeo vem antes da produção do mesmo. 

Algumas mídias limitam o vídeo quanto a sua proporção (quadrado, vertical ou horizontal) ou tempo de duração, interferindo no tamanho do roteiro ou como as imagens vão ser captadas. 

Além disso nem todos os meios de divulgação possuem o mesmo tipo de público o que pode interferir no formato e roteiro que será desenvolvido. 

5 – Defina um formato 

Até o passo anterior você definiu um briefing com as diretrizes gerais do projeto que vão pautar todo o trabalho. A partir daqui a sua equipe de produção de vídeo ou produtora parceira pode ajudar mais no trabalho sugerindo um formato adequado para o vídeo ou série. 

É nessa etapa que se define qual vai ser o ritmo, tom (inspiracional, engraçado, sério, etc), identidade visual para arte, direção de fotografia (com referências de imagem e cor), duração, se vai ter entrevistas, se vai ter narração, linha geral de história que se pretende contar, enfim, é nessa etapa que se estabelece como vai ser o vídeo final. 

Um exercício que pode ajudar nesse processo é selecionar referências de outros vídeos que se encaixem dentro do objetivo, público, argumentos e meios definidos anteriormente. Veja aqui algumas referências que separamos para a produção de um vídeo em formato institucional.

6 – Escreva um roteiro 

O maior erro de muitas produções é achar que as coisas podem ser feitas 100% de improviso durante as gravações de um vídeo. Na verdade, um bom vídeo é sempre fruto de um grande trabalho de planejamento e preparação. 

O roteiro nada mais é do que um documento, com o conteúdo em texto e sugestão de trilha e imagens, onde se registra e resume todo o trabalho anterior e se pode avaliar de forma mais “macro” se o caminho está correto e se o objetivo será atingido. Sem essa etapa, e sem um profissional qualificado para executá-lo, todo o seu trabalho pode ir por água abaixo. 

É bem verdade que em alguns formatos, como no caso de um vídeo feito todo com entrevistas, não é possível estabelecer previamente o que cada pessoa vai dizer exatamente mas sempre se pode definir uma linha geral do que se quer nas respostas ou como o assunto ou história vai se desenvolver ao longo do vídeo. 

7 – Faça a produção do vídeo 

Nessa hora que se define o local de gravação, atores, cenografia, equipamento de luz e vídeo, equipe de apoio, agendamento de horário e a gravação em si. 

Se não tiver disponível em sua empresa uma equipe profissional para captação de imagem e som, considere contratar uma produtora de vídeo ou consultoria, caso queira gravar por conta própria. A qualidade da imagem e do som dos vídeos impacta profundamente na impressão que o seu cliente vai ter a respeito da qualidade dos seus produtos e marca. 

8 – Faça a pós-produção do vídeo 

É nesta última etapa que se faz a montagem, edição, produção de trilha sonora, animação de ilustração e colorização do vídeo final. 

Assim como na etapa anterior deve-se prestar bastante atenção na qualidade do produto final. Procure contratar uma consultoria ou profissionais qualificados para esse trabalho, do contrário o resultado pode ser decepcionante.